Como funciona o clareamento dental?

Conheça mais sobre as melhores maneiras de clarear os dentes e eliminar as manchas. Entenda como funciona o clareamento dental com Oral-B.

O clareamento dental ocorre de duas formas: Primeiro, se eliminam as manchas na camada externa do dente e abaixo da superfície do esmalte. Segundo, você evita o aparecimento de novas manchas. Isso é feito eliminando e clareando as manchas, e protegendo os dentes contra as manchas.


Como funciona a remoção de manchas?


A eliminação das manchas na camada externa do dente requer ações químicas e físicas, como a remoção e alteração química das manchas. Essas ações destroem ou alteram as manchas da camada externa do esmalte, e, como resultado, obtêm-se dentes mais brancos e brilhantes.


Para eliminar as manchas que se acumulam debaixo do esmalte, é preciso clarear a superfície, que é um processo químico que consiste em remover a cor através da oxidação das moléculas de la mancha. Os métodos de clareamento varia de acordo com a concentração de peróxido de carbamida, que é o agente clareador utilizado, e permite controlar o grau de brancura que se deseja com os dentes.


Os métodos de clareamento dental incluem tratamentos profissionais realizados por dentistas, creme dental com efeito branqueador, tiras blanqueadoras e sistemas de clareamento caseiro.


O que causam as manchas nos dentes?


As manchas nos dentes, devem-se a uma variedade de causas diferentes. Para ajudar a manter um sorriso brilhante e bela, evite as atividades e os alimentos que provocam as manchas. Por exemplo, certos alimentos e bebidas, como as bebidas de cola e vinho tinto podem manchar os dentes, o tabaco, uma higiene dentária deficiente e certas doenças também. Se voce se envolver em algumas delas, lembre-se de escovar os dentes imediatamente e, pelo menos, depois de cada refeição.


Para obter um sorriso mais branco e saudável que gere confiança, use Oral-B 3D White.


Conheça mais sobre as causas das manchas nos dentes >


Qual é o melhor método de clareamento dos dentes?


Se você está pensando em clarear seus dentes, você pode escolher entre várias opções: desde tratamentos dentais profissionais e sistemas caseiros. Em seguida, apresentamos alguns fatores que devem ser levados em conta como o do WhiteMax.


1. Quais opções fornecem os melhores resultados?

Nossa linha completa de cremes dentais com efeito branqueador permite que você escolha a que melhor se ajuste às suas necessidades. Nossa fórmula de brancura mais avançada até agora é a pasta de dente Oral-B/Crest 3D White Perfection. Graças às suas micropartículas de polir, remove as manchas superficiais e cria uma camada protetora para evitar que novas manchas de aderir à superfície do dente e mostre um sorriso mais branco e brilhante.


As tiras blanqueadoras de Oral-B vêm em diferentes formas e permitem escolher o grau de brancura que melhor se adequa às suas necessidades e tempo: a partir de uma opção suave para aqueles que estão começando a branquear os dentes, ou que têm dentes sensíveis, com um tratamento por 14 dias; até uma opção express para aqueles que desejam resultados imediatos .


Nosso tratamento de clareamento mais avançado é tão eficaz como um tratamento de r $500 realizados por um profissional. Além disso, possui a exclusiva tecnologia Advance Seal, que assegura que as tiras não se deslocam sobre os dentes.


2. Qual é a opção que cuida da saúde e da beleza dos dentes?


A partir de um tratamento avançado de clareamento para um suave, nossas pastas dentais oferecem uma grande variedade de resultados. A nossa massa 3D White Perfection remove até 100 % de manchas superficiais em 3 dias* e evita que novas manchas de aderir à superfície do esmalte. Além disso, o flúor fortifica e reconstrói o esmalte dental. Além disso, ajuda a combater a placa bacteriana e as cáries r, proporcionando um sorriso mais branco e mais saudável.


Todas as nossas tiras blanqueadoras usam o mesmo agente clareador que utilizam os dentistas em seus tratamentos. Ao ser inócuo para o esmalte, você terá resultados excelentes e um sorriso saudável. Nossa linha completa de cremes dentais elimina as manchas da superfície e a placa que se acumula diariamente. Os elixires orais, além de oferecer diversos benefícios, protegendo os dentes contra o aparecimento de futuras manchas e proporcionam um cuidado completo de rotina.


Se bem que existem muitos clareamento caseiro, é importante entender os riscos das receitas de branqueamento que se preparam em casa. O perigo mais comum desses remédios é danificar o esmalte dos dentes. O uso de alimentos naturais, como o morango ou a casca da laranja, e o uso de bicarbonato de sódio em todas as suas formas podem chegar a irritação das gengivas e acabar com o esmalte. Para clarear os dentes, é melhor usar produtos de venda livre como o WhiteMax, especialmente concebidos para este fim e, assim, evitar danos para a saúde.


 

5 medicamentos que nunca deve misturar

Uma de quatro pessoas foi combinado alguma vez drogas, sem pedir conselho ao seu médico ou farmacêutico, um erro que pode ter consequências inesperadas em sua saúde.


Relacionado com este artigo


INFO-MEDICAMENTOS


Farmácia por conta própria, já tem seus riscos, mas misturar medicamentos sem conhecer as interações entre eles pode prejudicar seriamente a saúde, o bem, porque as consequênciasdessa combinação sejam fatais, bem porque um deles travar a ação do outro.


Os duos de drogas mais perigosas


Aqui ficam as combinações que você nunca deve tomar e as suas consequências mais perigosas.


Analgésicos com anticoagulantes


Relacionado com este artigo


CARDIOLOGIA


Aqueles que tomam anticoagulantes, como a varfarina (para problemas cardíacos) devem ter muito cuidado se você decidir tomar um analgésico:



  • Não deve misturá-la com ácido acetilsalicílico. O objetivo da varfarina é evitar a formação de coágulos; mas é que o segundo fármaco mencionado também dilui o sangue. Por isso a mistura de ambos pode desencadear uma hemorragia. Um risco semelhante –embora um pouco menor– corre com o ibuprofeno.


  • A droga não é bom companheiro. É outro analgésico comum. Tomado isoladamente e em doses adequadas, tem menos efeitos secundários do que os já citados, mas se mistura com anticoagulantes um tempo, pode provocar hemorragias digestivas.

O ibuprofeno e seus “inimigos”


Relacionado com este artigo


info-medicamentos


Muitas pessoas preferem tomar o anti-inflamatório em vez de paracetamol, pois garantem que atua de forma mais rápida, mas, além de que é preferível não misturá-lo com anticoagulantes, você deve saber que também combina mal com:



  • Anti-hipertensivos. Alguns –como o enalapril– agem reduzindo as substâncias que estreitam os vasos sanguíneos. Assim, fazem com que o sangue flua mais facilmente… Até que se tome ibuprofeno, porque atrasa esse efeito. A consequência é que o paciente não pode controlar a sua tensão.

  • Antidepressivos. Um estudo da Universidade Nacional de Seul (Coreia do Sul), revela que, juntos, podem provocar arritmias e aumentar o risco de sangramento dentro do crânio.

Estatinas com anti-fungos


Os primeiros são os fármacos mais prescritos para tratar o colesterol. E os segundos, antifúngicos como o fluconazol, são usados para combater infecções por fungos na vagina, a boca, a garganta…


Relacionado com este artigo


COLESTEROL



  • Certamente, a acção das estatinas já se recomende não tomá-los juntos. A razão é que podem danificar o fígado, já que este órgão tem que fazer um esforço para removê-los.

Relaxante muscular e sedativo


Quando se sofre de ansiedade ou depressão também costumam sofrer de espasmos musculares, por isso é provável que continuem a tratamentos com medicamentos para a ansiedade mental e, pontualmente, se misturem com relaxantes musculares ou analgésicos opióides (mais fortes do que o ibuprofeno).



  • Esta soma pode causar problemas respiratórios.

Antibióticos com contraceptivos


Um 30% da população tomar antibióticos por conta própria, um grave erro em qualquer caso. Alguns de amplo espectro (como o ciprofloxacino) reduzem a eficácia dos contraceptivos orais.


Relacionado com este artigo


INFO-MEDICAMENTOS


PLANTAS E MEDICAMENTOS QUE NÃO CASAM BEM


No caso de solas tomar chás de ervas ou suplementos de plantas, você deve saber que algumas delas não devem ser combinados com alguns medicamentos, pois têm efeitos negativos sobre a nossa saúde.



  • Valeriana: deve evitar por um tempo, essa planta relaxante se lhe foram receitados medicamentos para tratamento da ansiedade, como os benzodiazepínicos. Seu uso combinado de potência a ação do fármaco e da sonolência, apatia…

  • Erva de São João: não deve tomar se estiver a utilizar contraceptivos orais, pois pode provocar sangramento entre regras. E também não se tomar anticoagulantes, pois reduziria o efeito do fármaco cardíaco.


  • Alcaçuz: Não tomes esta planta se tomar corticosteróides. Seu uso combinado pode causar hipertensão e edema.

  • Salgueiro: Se tomar heparina (um anticoagulante) esqueça-se desta planta, pois aumenta o efeito do fármaco e, consequentemente, os riscos.

  • Ginkgo biloba: se foi receitado anticoagulantes, como a varfarina, não tome esta planta, pois têm sido os casos de hemorragias.

3 dicas para evitar criar problemas



  1. Crie o hábito de ir até a mesma farmácias sempre. Se já se conhecem e sabem o que medicação toma regularmente, te podem aconselhar sobre o novo medicamento que você deseja incorporar, sem conselho médico. Assim você evita aborrecimentos inesperados.

  2. Guarda e conserva cada medicamento em sua caixa e com o seu prospecto correspondente. E leia-os sempre com atenção. Não se trata de voltar um entendido em terminologia farmacêutica, mas sim que saiba detectar o mais importante.

  3. Fale com o seu médico. Cada vez que te dê uma nova receita, explique-lhe o que já está tomando. Ele conhece melhor do que ninguém como pode reagir com o seu corpo e as interações que se podem dar.

5 Exercícios eficazes contra a dor lombar

 


Certeza que alguma vez já sentiram essa “pontada” na parte baixa de suas costas. De acordo com a Sociedade Espanhola de Reumatologia (SER),80% dos espanhóis sofrerão dor lombar em algum momento de sua vida, e as mulheres costumam ser as mais afetadas. A figura não deve extrañarnos já que as lombares são, sem dúvida, uma das áreas mais “sofrida” de nossa anatomia: está submetida diariamente a má postura, esforços…


Se somarmos a falta de exercício, o que enfraquece a musculatura, entende-se facilmente por que a lombalgia é uma das principais causas de absentismo. No entanto, muitos não dão a importância que merece, já que apenas uma quarta parte dos afetados consulta com seu médico, com o que as recomendações podem chegar quando o problema foi cronificado (8% da população sofre de dor crônica).


COMO CONSEGUIR QUE AS LOMBARES NÃO SOFRAM


A não ser que tenha uma patologia atrás, a maioria dos episódios de lombalgia poderiam ser evitados tomando precauções (reforço da musculatura, adotar a postura correta, fugir do sedentarismo…). E se há um distúrbio atrás (hérnia, artrose…) é ainda mais importante cuidar da parte de trás com bons hábitos para manter longe a dor.



  • Internaliza a postura correta: Quando você se sentir, te agachas… você pode adotar uma postura incorreta. E não fazê-lo bem provoca uma sobrecarga na parte inferior das costas, que não está preparada para suportar peso excessivo.

  • Procura sentar com as costas apoiada no encosto e não na borda da cadeira. Se você passar do tempo sentada optar por um assento anatômico com uma pequena curva a nível lombar ou use uma almofada para preencher o vazio. Evita os bancos demasiado baixos ou afundados.

  • Ao caminhar, faça-o de forma que o peso fique bem distribuído ao longo de toda a volta. Para isso, aperte levemente o abdômen e dê os ombros para trás. Este simples gesto já obriga a colocar-se em linha reta, de uma forma natural.


  • Quando você estiver de pé durante um longo tempo, muda a posição dos pés, muitas vezes, seja colocando um deles em um assento ou alternando o seu apoio.

  • Carga peso sem punir as lombares: para evitar a tensão na musculatura lombar ao carregar peso, separa um pouco as pernas, baixa o corpo flexionando os joelhos (não a coluna) e sobe pouco a pouco com o objeto pegou com as mãos e colado ao corpo. Repete quando o deixe no chão. Evite levantar pesos acima dos ombros, procure ajuda quando precisar levantar objetos pesados, e quando levar a bagagem ou sacos de compras distribui a carga entre as duas mãos.

  • Mova-se e seus lombares te agradecer: se você levar uma vida totalmente sedentária, os músculos que rodeiam as lombares se enfraquecerão, e estarão mais expostos a sofrer lesões. Mesmo se a dor é produzido por alguma doença, como a artrose se deverá reforçar-se a área praticando esporte. Quanto mais forte estiver esta musculatura, mais protegidas estarão os seus lombares. Mesmo se há uma certa dor, recomenda-se praticar atividades como caminhadas, natação, yoga, tai-chi e Pilates um mínimo de 3 dias por semana.

O QUE FAZER PERANTE O LUMBAGO


Se você tem lombalgia, ao deitar de barriga para cima com os joelhos dobrados notas alívio. No entanto, é melhor evitar o repouso no leito ou, em qualquer caso, não encurtá-lo mais de 3 dias. Passada a fase aguda, o ideal é começar o quanto antes a se mover e fazer exercícios aeróbicos suaves (evite os de extensão do tronco durante 2 semanas).


Tenha em conta que se a dor é dor ciática a recuperação é mais lenta e se é crônica, é fundamental fazer exercícios para fortalecer a musculatura da região.


Como Aplicar frio ou calor?


Se você teve um ataque de lombalgia, é recomendável aplicar gelo na área afectada durante as primeiras horas e, em seguida, calor em 2 ou 3 dias seguintes até que remete a dor.


Você pode usar uma esteira elétrica, uma bolsa de água quente ou uma lâmpada de infravermelhos home, um par de vezes ao dia, mas não mais de 20 minutos. Certifique-se de que a área não esteja vermelha nem haja inflamação. Também é útil para espalhar uma pomada de arnica e massagear as lombares, especialmente se os músculos estão contracturados e tensos.


5 Exercícios eficazes contra a dor lombar


Os músculos abdominais e a região lombar são os dois “pilares” que sustentam a coluna. Se você trabalha diariamente com os exercícios que te propomos os fortalecerás e serão mais imunes à dor. Practícalos também quando sospeches que o esforço que você acabou de fazer foi excessivo ou tiver permanecido muito tempo sentada e notas das lombares rígidas.


No início repita apenas 3 ou 4 vezes cada exercício e vai aumentando pouco a pouco. Não devem producirte dor, se é assim, consulte o seu médico


1. Uma massagem para as lombares


Descola as costas do chão, pouco a pouco, desde os glúteos até as lombares, de forma que fique apoiada sobre os ombros e pés. Coloque uma bola macia na região lombar e balançando suas costas suavemente sobre ela durante 30 segundos.


2. Esticar os músculos e separa as vértebras


Fique de joelhos sentado sobre os calcanhares. Leva o corpo lentamente para a frente até que as mãos e os antebraços fiquem totalmente apoiados no chão. Deixa cair a cabeça entre os ombros e mantenha o alongamento de cerca de 30 segundos. Incorpórate e repete de novo.


3. Curva a coluna e descansa as lombares


Permaneça em quatro patas, como indica a foto. Respire fundo e, enquanto solta, arredonda a volta com o abdômen apertado e a cabeça entre os ombros. Volta à posição original relaxando o abdômen.


4. Lombares mais flexíveis e mais fortes


Permaneça de pé com as pernas abertas na largura dos quadris, abdômen apertado e a coluna reta. Levanta os dois braços e vá inclinando o corpo para frente até que o tronco e os braços fiquem em ângulo reto com as pernas. Sobe pouco a pouco.


5. Alivia espasmos de forma suave


Deite-se com as pernas flexionadas e os pés apoiados no chão. Leve a perna direita para o peito, puxando o joelho com as mãos para ti. Resiste a 30 segundos, baixa e mude de perna.


5 chaves para cumprir os objetivos

Quase todos nós traçamos metas para começar o ano, mas a realidade é que apenas alguns poucos chegam a eles com sucesso.


E não só acontece com os propósitos de ano novo: ter algo a nível profissional ou pessoal também requer certa força de vontade que às vezes perdemos pelo caminho.


Relacionado com este artigo


Cuide de si


Propor objectivos demasiado vagos ou pouco realistas, você deve colocá-lo mais difícil: por isso é importante que você tenha uma boa estratégia desde o início.


Chaves que lhe ajudarão a cumprir suas finalidades


Escríbete uma carta: É uma boa maneira de colocar ordem seus pensamentos e emoções, e detectar se a sua motivação para alcançar os objetivos que você marcação é alta ou que reforçá-la um pouco mais antes de entrar mãos à obra.


Escreve a carta, uma vez, antes de continuar lendo, e, em seguida, siga as nossas recomendações:



  • Preste atenção na linguagem que você usou. Se em sua escrita aparecem com freqüência palavras como “mas”, “tenho que” (…) podem estar indicando que as resistências são altas, e, a mínima, acabar puxando a toalha. Em vez disso, termos como “eu quero” ou “eu vou” sugerem uma melhor disposição.

Relacionado com este artigo


Emagrecer



  • Dias depois volta a escrevê-la, mas imagine, então, que passaram alguns meses desde a sua primeira carta e já tiver atingido o seu propósito (ou está prestes a fazê-lo). Descreve como você se sente, em que notas as mudanças, como já ultrapassaram os momentos de fraqueza… Te ajudará a ganhar força de vontade.

Os 5 passos para conseguir os seus objectivos


Uma vez que você se sentir preparado para cumprir seu objetivo, o seguinte passo-a-passo te ajuda a defini-lo ainda melhor e dar-lhe ferramentas úteis para alcançá-la.


1. Define o que quiser


Deve ser algo concreto. Não basta ter uma meta como “tentar comer mais saudável” ou “ter mais vida social”. Para tanto, o objetivo deve ser melhor definido: por exemplo, “eu vou comer vegetais pelo menos 5 vezes por semana” ou “quero estar com os meus amigos, pelo menos, três vezes por semana”.


Relacionado com este artigo


Rotina diária


Escreva em um papel e deixe em um lugar visível. Assim será mais fácil se lembrar de sua meta frequentemente


2. Por que cumpri-lo?


Faça uma lista de prós e contras para avaliar se as suas razões para mudar superam os motivos para não fazê-lo.


Por exemplo, no caso de querer sair mais frequentemente, os prós poderiam ser: “gosto de passar tempo ao ar livre”, “eu me sinto melhor quando eu faço isso”, “me serve para estreitar os laços familiares ou de amizade”… E os contras, “não tenho tempo”, “me custa muito esforço”…


3. Seus desafios, a curto prazo


Começa, pouco a pouco. A princípio, seu objetivo vai parecer muito distante, e isso pode levá-lo a abandonar. Para evitá-lo, proponte conquistas intermediários.


Por exemplo, para aumentar sua vida social começa por ser uma vez por semana. Quando levar duas semanas, aumenta as saídas para duas vezes, e assim por diante.


Descompón seus objetivos empequenos desafios. Assim, o caminho não vai parecer tão longo.


4. Faça um balanço


Aponta-se a cada dia as circunstâncias que impediram ou forneceram que você chegar ao seu objetivo. Por exemplo, se você tem anulado qualquer de seus encontros semanais com os amigos, aponta justo nesse dia, por que não pudeste ir (se tem surgido um imprevisto, você estava muito cansado e preferías ficar em casa lendo…).


Relacionado com este artigo


Vida saudável


Esta informação lhe será de grande ajuda na hora de fazer um balanço, um dia por semana, o que ganhou durante os anteriores.


5. À medida que você avança, prémiate


Você ganha motivação. Procura prêmios que possa dar-te cada vez que você levar a cabo uma acção que se aproxima de seu alvo. Irá ajudá-lo a não jogar a toalha. A princípio, pode ser útil reforçar frequentemente. Pensa 3 ou 4 prêmios (comprar algo, ver uma série…) e altérnalos para não te habituar.


Depois, quando as partes se tenham tornado um hábito, você pode espaçar os prêmios no tempo.


Dicas que podem te ajudar


A força de vontade é fundamental para alcançar seus objetivos. E também a atitude com que encares.



  • Trace metas que são realistas. Seja sincero consigo mesmo: caso contrário, a frustração poderia dar ao traste com seus esforços.

  • Acompanha bem as expectativas. Está tudo bem, ser ambicioso, mas sem ultrapassar: pode apostar uma má passada.

  • Aproveite sempre do caminho. Vive o presente, concentre-se nos pequenos avanços de cada dia e celébralos.

  • Compartilhe seus projetos. Ajuda-o a manter firme nos maus momentos.

  • Date mensagens positivas. Conte pra si mesmo para seguir o caminho que você escolheu.